A arte de prever o futuro. Adivinhações.

Publicado originalmente no site O Hierofante.

A adivinhação, entendida como arte de prever o futuro, difere-se da profecia pelo fato de não necessariamente conter algo de sagrado. Enquanto a profecia normalmente pertence a alguma religião as adivinhações podem ser praticadas por vários indivíduos sem que necessariamente sejam pertencentes a uma dada religião.
Porém, ao que parece, muitos adivinhos ganham estatus de profetas. Dentre eles famosos como Nostradamus e São Malaquias que nos dão a entender que há uma relação entre as adivinhações e as profecias.
As adivinhações hoje são “mal vistas” de modo que quem as pratica não raro são vistos como charlatães. Nem sempre foi assim, na antiguidade elas faziam parte da cultura dos povos, era um elemento essencial na sociedade. Ela fazia parte de uma “ciência” muito complexa que exigia muito conhecimento e prática, era muito comum entre babilônicos, chineses, chegando à Grécia antiga e a Roma.
O cristianismo colaborou para que as prática de adivinhação fossem postas na mariginalidade proibindo-as principalmente na idade média.
As adivinhações, a grosso modo, são mais praticadas para prever o futuro de uma pessoa em especial, ou de situações e acontecimentos de menor monta. Enquanto as profecias preveem ocorritos que envolve toda uma cosmologia.
Normalmente as profecias cosmológicas trabalham com quatro hipótes: 1. o mundo está corrompido e caminha para um fim, 2. uma catástrofe de âmbito mundial o purificará, 3. depois do evento acontecerá uma transição para um mundo melhor, 4. a paz reinará.
As artes de adivinhação.
Ocultomancia, adivinhação pelas agulhas.
Alomancia, adivinhação pelo sal.
Alveromancia, adivinhação pelo som.
Batraquomancia, adivinhação pelas rãs.
Cartomancia, adivinhação pelas cartas.
Eromancia, adivinhação pelo vaso de água.
Geomancia, adivinhação pelos signos da Terra.
Grafomancia, adivinhação pela escrita.
Horóscopo, adivinhação pela astrologia.
Metoposcopia, adivinhação pelas rugas da testa.
Necromancia, adivinhação pelos cadáveres.
Piromancia, adivinhação pelo fogo.
Quiromancia, adivinhação pelas linhas das mãos. [1]
Referências:
SILVA, Eliane Moura. Adivinhação: um conhecimento sagrado. Disponível on-line em: www.unicamp.br/~elmoura/Adivinha%E7%E3o.doc
BALLESTER, César [trad. José Francisco Fernandes Ribeiro] Mistérios, magia e ocultimo. Rio de Janeiro: Salvat, 1979.
[1] BALLESTER, César, 1979. op. cit. p.65.
Obs.: Eliane Moura Silva é Profa. Dra. da Unicamp/Dep. de História.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...