Escritores “desconhecidos”: Constantino de Carvalho.

Palestras e outros escritos (1)

Muita gente detêm a arte de escrever é não é tão notada. É Interessante analisarmos obras memorialistas de pessoas que por certas localidades desenvolveram vínculos, elas normalmente têm percepções singulares e através de uma evidente pessoalidade podem transmitir informações, cultura e conhecimento.

Enquadra-se nesse perfil Constantino de Carvalho.  Ele escreveu um livro em 1980 na cidade de Monte Aprazível – “Palestras e Outros Escritos”. Nesse livro ela narra fatos históricos locais e mundias, escreve sobre comunismo, guerra do Vietnã, maçonaria e literatura. É um passeio muito confortável pelas idiossincrasias de uma pessoa idosa que nasceu em Portugal e teve usas impressões sobre o mundo em que viveu aqui no Brasil.

Palestras e outros escritos (2)

Sobre Constantino de Carvalho, Benedito da Silva escreveu o seguinte no prefácio do livro “Palestras e Outros Escritos”:

“Nascido em Portugal, em 1895, e vindo para o Brasil ainda criança, Constantino de Carvalho, se não consegue esconder o seu natural amor à terra, à cultura e às coisas portuguesas, nem por isso, todavia, deixa de amar o Brasil, que considera igualmente a sua pátria, porque a pátria de seus filhos, netos e bisnetos.

Estudioso da Teosofia, seus conhecimentos espiritualistas foram todos abeberados, ao longo de mais de cinquenta anos de estudos, em abras modernas e em escritos da Índia milenar, como o Bragavad-Gita, os Vedas e tantos outros mananciais de ensinamento esotéricos e ocultistas, o que lhe proporcionou uma ampla visão da vida e do mundo, a par de uma certeza inabalável de que com a morte do corpo a vida não se extingue, e de que alegrias e tristezas, venturas e desventuras aqui experimentadas pelo homem não podem ser frutos do acaso, mas resultado da grande e inexorável Lei do karma.”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...