Poesia de Celso Henrique Fermino. Minha poesia.

small_604-dia-do-poeta

Celso Henrique Fermino é um rio-pretense que vem se destacando no cenário literário, escreve contos e poemas, já ganhou vários prêmios literários. Mais recentemente publicou o livro: “Poesia em Vários Tons” pela Polo Books.

Minha poesia.

Minha poesia é um convite à verdade

A verdade mais pura; escrevo com o coração

Cada pingo no “i” é feito por uma lágrima

Que cai pela alegria, que cai pela dor

 

Se quer saber o que sinto, leio-os

Os poemas vêm da minha garganta

A minha voz, deles a tirei, não os ouço

Os que leem, entenderão … ou não …

 

Não se equivoque ao ponto de achar

Que tudo é desvendado … é claro!

Há mistérios particulares pairando

 

Encravados em cada estrofe, branca

Fadados, talvez, à escuridão,

Lembre-se: o poeta é um egoísta!

 

In: FERMINO, Celso Henrique. Poesia em Vários Tons. São Paulo: Polo Books, 2016. p. 54.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...