Visconde de Taunay e o pai do fundador de Rio Preto. Convergência de histórias.

alfredo_descragnolle_taunay

Visconde de Taunay, foto Wikipédia.

A história famosa de que o Visconde de Taunay passou por Rio Preto vindo da Guerra do Paraguai é bem conhecida na cidade. Os presságios do militar não eram bons. Para ele a localidade de Rio Preto estava fadada ao esquecimento.

Interessante que quando o tal Visconde saiu daqui, em 19 de julho de 1867, passou por Vila Ventura, na época conhecida como Tapera. Lá ele almoçou na casa de Pedro Turco, que na verdade era um baiano dono de um local  onde viajantes paravam para pernoitar e fazer refeições. E foi nesse local que ocorreu uma convergência de histórias, se Taunay é bem conhecido dos rio-pretenses, um personagem pouco falado é o pai do fundador de Rio Preto, o tenente Bernadino de Seixas, nascido em 1778, e foi ali, na atual Vila Ventura, que o militar encontrou o pai do fundador de Rio Preto.

O tenente Bernadino de Seixas morava numa fazenda a três léguas da Tapera (atual Vila Ventura), era conhecido na região por ter fundado a atual cidade de Ibirá, na  época chamada de São Sebastião da Cachoeira do Bernardino, ou simplesmente – Cachoeira do Bernardino.

Fica a curiosidade de saber o que ambos os militares conversaram naquela remota data há quase 150 anos. O tenente Bernadino de Seixas morreu no mesmo ano do encontro, em 1867, com 89 anos e o Visconde de Taunay morreu em 1889, com 55 anos.

Referências:

GOMES, Leonardo. Gente que ajudou a fazer um grande cidade. São Paulo: Grafica São José, 1975. pp. 13, 66-68.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...