Antigos cinemas de rua em São José do Rio Preto.

Antigo Cine Éden Parque. Foto: IHGG de Rio Preto.

Os cinemas de rua, aqueles nos quais havia apenas a calçada entre a fachada do cinema e a rua, tinham um encanto diferente dos atuais cinemas de shopping.

Os cinemas de rua foram perdendo espaço para os atuais cinemas de shopping, com isso, todo uma cultura que até os anos 80 e início dos anos 90, envolvia esses cinemas foi se perdendo. Aquela fila para comprar o ingresso, o contato direto com a cidade que pulsava em torno do cinema, a conexão que muitos jovens de hoje não imagina de um espaço cultural no qual se vê as estrelas ou se esconde das chuvas embaixo de marquises, no qual havia uma comunicação direta com todo comércio informal e formal em torno do cinema, dos namoros nas esquinas mais propícias, do carrinho de lanche ou de pipoca nas proximidades dos cinemas…

Em São José do Rio Preto até que existiram muitos. A maioria no centro e alguns nos bairros mais próximos. Existiram projetos de grandiosos cinemas em Rio Preto, o Praça Shopping abrigou um dos grandes cinemas que marcou história na cidade.

Um dos embriões dos cinemas de rua em Rio Preto foi o Cine Éden Parque. Localizava-se onde hoje é o prédio do banco Santander e se caracterizava da seguinte forma:

 “…um barracão fechado, feito de tábuas e coberto com folhas de zinco. Não tinha forro, o alto interno do telhado do salão era enfeitado com bandeirolas de papel colorido. O assoalho era de tábuas colocadas a um metro do solo. Isso dava à platéia oportunidade de protestar batendo os pés e fazendo um barulhão, quando o filme ‘queimava’, o que era bastante comum.” [1]

 Interessante é o fato de nas primeiras décadas do século XX os filmes eram projetados em tecidos, os quais quando aquecido pelo projetor queimavam-se. Dai a expressão “queimar o filme”.

Mas existiram outros cinemas em Rio Preto. Na região central de Rio Preto funcionavam os seguintes cinemas nos prédios que vemos abaixo ocupados com outros objetivos.

 

Era neste local acima que ficava o Cine Éden Parque.

 

Onde hoje é o atual Praça Shopping funcionou o Cine Rio Preto, foi o maior cinema da cidade. Na década de 1980, uma parte desse cinema se tornou o cine Capitólio. Passou a existir dois cinemas, um do lado do outro, sendo o capitólio bem mais modesto.

Neste prédio do Hotel São Paulo funcionava o Cine Curti, bem na esquina das ruas Bernardino de Campos e Silva Jardim, um pouco mais para baixo na rua Silva Jardim, fazendo parte do mesmo prédio, funcionava o Cine São Paulo, sua especialidade era filme adultos.

Na fachada vê-se um resquício do letreiro do antigo Cine Central, ficava na rua Bernardino de Campos quase esquina com a Independência.

Entre a lotérica que se vê na foto e a loja das Casa Bahia na rua General Glicério funcionou o Cine São José, um dos grandes cinemas de Rio Preto que fez muito sucesso na década de 1980.

Em baixo do atual Hotel Chamonix, onde hoje há um estacionamento, funcionou o Cine Ipiranga, na rua Bernardino de Campos ao lado da Riachuello. (Foto: Site Oficial do Hotel Chamonix)   

E o grande herói que resiste às mudanças até hoje em Rio Preto, o Cine Eldorado, que ainda exibe seus filmes para um público fiel. Localiza-se na rua Bernardino de Campos entre as ruas Independência e Penita.

Adendo.

O leitor César Teixeira, rio-pretense hoje morador de Brasília, lembrou-me dos cinemas da Boa Vista e da Vila Maceno.

Na Boa Vista havia o cine Boa Vista, ficava na Tiradentes esquina com a Floriano Peixoto e também existia o cine Esplanada, na rua São João, em frente ao EMES. Na Maceno existia o cine Meridien, na rua General Glicério, o qual fechou no início dos anos de 1980.

Outra boa recordação do leitor, foi do antigo cine São José, onde hoje é as Lojas Americanas, na esquina das ruas Siqueira Campos e General Glicério.

As fotos do Cine Central a seguir são do pai de César Teixeira, Antonio Teixeira (antigo gerente do Cine Central), elas foram tiradas em 1997, bem próximo do fim do antigo cinema que tanto encantou gerações em Rio Preto.

digitalizar0007

Foto: Antônio Teixeira, 1997.

digitalizar0009 (1)

Foto: Antônio Teixeira, 1997.

digitalizar0010

Foto: Antônio Teixeira, 1997.

Créditos:

Texto e fotos: Alexandre de Freitas (exceto foto do Hotel Chamonix e foto do antigo Cine Éden Parque).

Colaboração no adendo: César Teixeira.

Fotos do Cine Central no adendo: Antônio Teixeira (antigo gerente do Cinema).

[1] TONELLO, Oswaldo. Memórias de São José do Rio Preto. Edição do autor: 1998.p. 67.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...